Bem, antes de mais nada precisamos entender passo a passo deste meio de hospedagem. Precisamos esclarecer que nem todo hostel é igual, e sobretudo, que você precisa encontrar o seu estilo de albergue. Cada viajante é único, assim como cada experiência.

O que é um hostel?

Hostel, ou melhor, albergue, é um tipo de meio de hospedagem que oferta:

1. suíte privativa – quarto e banheiro só pra seu uso e da pessoa que te acompanha.
2. quartos privativos – só você ou você e sua companhia com banheiro compartilhado.
3. suíte compartilhada – onde dorme você e mais um número de desconhecidos, contudo o banheiro fica dentro deste quarto. Misto ou do mesmo gênero.
4. dormitório compartilhado com banheiro compartilhado – quarto dividido com desconhecidos e banheiro no externo. Misto ou do mesmo gênero.

Claro que depende do estabelecimento, podendo ter somente o básico “suíte privativa” e “dormitório compartilhado”, mas é importante saber que há várias opções em milhões de hostels que têm no nosso catálogo da Meridianostur.

Outra característica deste meio de hospedagem é ser um facilitador na interação dos viajantes. Existem vários tipos de hostel! Alguns são mais focados para o público animado com festas de noite, outros focados para família e tranquilidade, etc.

Sem contar que o preço compensa para quem viaja sozinho. Se você está em dupla, trio ou grupo, essa questão não é muito relevante, pois não há diferença gritante de valor, mas se você viaja sozinho, é sensacional para reduzir gastos. Principalmente se você curte cozinhar! Geralmente (exceto agora por causa da pandemia) você tem livre acesso a cozinha, e é muito comum ver os hóspedes dividindo a refeição entre si, ou seja, barateando ainda mais a viagem.

Como escolher o meu hostel?

Como eu relatei acima têm albergues para todos os perfis de viajante! Se você quer curtição, beber e conhecer gente nova, escolha um que ofereça festas noturnas. Tudo depende do estilo pessoal e do seu objetivo em estar naquele lugar.

Minha irmã jamais ficaria em quarto compartilhado, principalmente com banheiro compartilhado. Duvido! Sério gente! Por que? Simplesmente porque ela dá preferência para privacidade. Pra ela é mais importante ter liberdade de deixar as coisas desarrumadas, a mala jogada no meio do quarto… Sabe? Não está errada! É o jeito dela.

Eu, por outro lado, não me importo em ficar em quarto compartilhado e usar o banheiro externo, mas admito que gosto mais do banheiro dentro do quarto. O que não me impediu de ficar (e ter uma experiência incrível) com o Britânico Hostel e Suítes em Gramado! Fiquei num quarto de seis camas feminino com banheiro externo compartilhado, e gente, foi um dos melhores lugares – incluindo hotéis – que já fiquei na vida! Há foto e vídeo no instagram da @meridianostur.

Isso é muito pessoal, mas minha dica é que seja coerente com você mesmo. Não fique em quarto misto sabendo que vai ficar incomodada com os homens. O que nos leva ao último tópico:

É seguro?

Acho muito difícil acontecer algum furto ou algo semelhante em hostel, considerando que quem está em quarto compartilhado geralmente têm dois interesses: conhecer pessoas e/ou economizar. Claro que pode sim acontecer! Por isso é muito importante carregar seu próprio cadeado e manter sua organização. Coisas de valor sempre no armário trancado! Tá bem?

Sobre violência física, eu também acho bem incomum nesse tipo de ambiente, mas nós mulheres sempre devemos nos cuidar, então aqueles cuidados básicos de sempre.

Eu nunca tive problemas e, a propósito, gosto muito da energia de albergues e rezo para que você também nunca tenha problemas, que possa aproveitar ao máximo sua viagem.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *